Bienvenido(a), Visitante. Por favor, ingresa o regístrate.

Ingresar con nombre de usuario, contraseña y duración de la sesión
NotiCentro: Para registrarte escribe a registro@poetastrabajando.com
con nombre de usuario y dirección de e-mail
Páginas: [1]   Ir Abajo
  Imprimir  
Autor Tema: EU NÃO POSSO DIZER ADEUS  (Leído 71 veces)
0 Usuarios y 1 Visitante están viendo este tema.
Anajara
Pluma ORO
*****

Karma: +0/-0
Desconectado Desconectado

Mensajes: 293


« : Agosto 17, 2017, 06:58:39 »




Abri o meu peito
Fiz um corte fundo e profundo
no meu corpo.
Meu coração bate na garganta
um som de tambor
Te beijei no espelho da noite
e te embrulhei tão bem na fotografia,
que amanheceste comigo.
Tão junto de mim que
quando abri os olhos de manhã,
te vi carregando nos braços
todos os meus desejos...

Nos meus olhos percorrem um
mar...
Não posso te dizer adeus
porque o meu Deus me ouve.
Mas, não costura meu coração
dentro do peito.
E se costura... deixa cicatriz.
E cicatriz dói...
Mesmo que eu doure todas as
minhas pedras
No difícil trabalho de lapidar...

Ainda assim desejo te acariciar
O corpo...
O rosto...
Com as pontas dos dedos.
Doce e suavemente e
deliciosamente te beijar...


Anajara Lopes
En línea
Páginas: [1]   Ir Arriba
  Imprimir  
 
Ir a:  

Impulsado por MySQL Impulsado por PHP Powered by SMF 1.1.15 | SMF © 2006-2009, Simple Machines
Red Mist Theme By Wdm2005 © 2008
XHTML 1.0 válido! CSS válido!